13 lugares incríveis para conhecer no feriado que está chegando!

Um país que tem de tudo e um pouco mais, as peculiares cidades do Japão têm santuários xintoístas, templos budistas magníficos, trilhas abertas por comerciantes antigos, jardins paisagísticos espetaculares, cafés temáticos ecléticos, diferentes estilos de arte, ícones culturais preservados e delícias gastronômicas. (Tente ler isso tudo sem parar para respirar. Duvido!)

Enfim, o Japão é verdadeiramente um lugar de descobertas que não acabam. Você pode passar a vida inteira explorando o país e ainda não vai conhecer todas as suas riquezas. Acredite em mim, a gente já tentou!

Mas essa multiplicidade de escolhas tem uma consequência oculta. Com tantos lugares interessantes para conhecer e considerando o tanto de coisa legal para ver, fazer e experimentar, escolher quais cidades do Japão visitar não é nada fácil! As informações em línguas estrangeiras são escassas, então só os experts podem te ajudar a decidir quais os melhores lugares para conhecer no Japão. Para conhecer o país como um local, você precisa saber quais as melhores coisas para fazer no pais, e estamos aqui para sermos seus guias!

Encorajamos você a explorar e buscar mais informações por si próprio, mesmo que isso signifique ficar meio perdido em alguns momentos. Mas para te ajudar a voltar para o caminho, reunimos as melhores cidades do Japão para servir como um ponto de partida para uma viagem épica pelo país – preparar, apontar, VAI! Aqui estão nossas recomendações dos melhores lugares para visitar no Japão.

1. Shibuya

A famosa, e confusa, faixa de pedestres perto da Estação Shibuya é, sem dúvidas, uma das visões mais emblemáticas de Tóquio. Em um dia de semana normal, essa esquina movimentada recebe até 2.8 milhões de pessoas. Isso mesmo: 2.8 milhões de pessoas POR DIA! Se você for tentar fazer a selfie perfeita no meio do cruzamento, fique atento para estar de volta na calçada quando o sinal para os carros abrirem.

Além da esquina insana de Shibuya, muitas marcas descoladas locais e lojas da última moda podem ser encontradas nessa região, como na Center Gai e nas ruas ao redor. O shopping Shibuya 190 é famoso entre os mais consumistas e fica a alguns minutos da estação.

2. Naoshima

Oficialmente parte da Prefeitura de Kagawa, Naoshima é uma pequena ilha no Mar Interior de Seto. Embora seja uma ótima escapada mais rústica perto de Tóquio, o lugar é conhecido por seus vários museus de arte moderna, arquitetura e esculturas, com muitas obras de autoria do famoso arquiteto Ando Tadao. Alguns pontos imperdíveis são o Museu de Arte de Chichu, o Museu Lee Ufan e o Benesse House.

Como você pode imaginar, chegar em Naoshima é uma mer… anh, dificuldade! Primeiro você precisa ir até o porto Uno na Prefeitura de Okayama ou ao porto Takamatsu na Prefeitura de Kagawa para achar uma balsa para a ilha. Os portos são difíceis de encontrar, assim como a própria ilha, então é melhor planejar passar a noite por lá.

3. Asakusa

Esta região de Tóquio é amplamente apontada como um dos centros culturais da cidade. Embora o distrito seja o lar de vários pequenos templos, as principais atrações são o majestoso Templo Senso-ji e as lojas do Nakamise. Além dos tesouros históricos, Asakusa fica a uma curta distância da Tokio Sky Tree e do Asahi Beer Hall. Se você estiver na área, vale conhecer os dois locais! Aliás, o Asahi Beer Hall é um dos melhores lugares do Japão para os amantes dos programas alcoólicos.

 

 

 

4. Akihabara

Chamado especial para os nerds! Akihabara ganhou fama como a capital geek do mundo. Do anime e mangá a videogames e computadores, vai ser difícil encontrar maior concentração de cultura nerd no planeta. Se você também quer conhecer um dos famosos “maid cafes” (ou algo mais ousado), não precisa procurar além da fantástica região de Akihabara, que, sem dúvidas, merece sua colocação entre os lugares interessantes para conhecer no Japão.

Mas fique atento nas lojas, pois muitas delas vão além do que seria considerado próprio para menores de 18 anos… Não diga que não avisamos…

 

 

5. Odaiba

Odaiba é uma ilha construída pelo homem situada na Baía de Tokyo, logo depois da Rainbow Bridge. O lugar é o lar de alguns shoppings bem extravagantes, com direito a roda gigante e outras atrações divertidas por motivos de… bem, Japão! Durante os Jogos Olímpicos de 2020, Odaiba vai receber um grande número de eventos esportivos, então aproveite para conhecer antes das multidões chegarem!

A ilha é popular entre os turistas graças à uma estátua de Gundam em tamanho natural, instalada em frente ao shopping Diver City. O popular parque aquático natural Oedo Onsen Monogatari também fica por lá. Aliás, se for para escolher um desses durante a viagem, o Oedo Onsen definitivamente vale o ingresso.

 

6. Kabukicho

Shinjuku é famoso por suas enormes placas de neon, e não há um exemplo melhor do que Kabukicho. A região ganhou seu nome de um teatro Kabuki que foi erguido na vizinhança após os acontecimentos devastadores da Segunda Guerra Mundial. Desde então, Kabukicho se tornou um dos maiores distritos da luz vermelha do Japão, e tem uma enorme quantidade de bares, clubes e outros tipos de diversão adulta.

Mas Kabukicho também oferece mais do que isso. Pra começar, o estranho Robot Cafe fica no coração da área. Como se isso não valesse o passeio, Kabukicho também abriga uma das mais recentes atrações de Tóquio, o sensacional VR Zone Shinjuku. Se você já sonhou em jogar games como Mario Card em realidade virtual, essa dica é imperdível!

 

7. Ueno Park

Se você tiver pouco tempo para visitar as principais cidades do Japão, não tem lugar melhor para conhecer do que o Parque Ueno. Esta área oferece inúmeras atrações que permitem ao visitante experimentar uma mostra dos muitos encantos do país em um único passeio. Além disso, há um animado bazar chamado Ameya Yokocho, herança de um antigo mercado negro.

Por fim, se você gosta de destinos fora do roteiro mais popular, a gente recomenta um passeio na região de Yanaka, próxima ao parque. A área foi uma das poucas remanescentes dos estragos destrutivos da Segunda Guerra Mundial e, por isso, é uma volta ao passado histórico e cultural de Tóquio.

 

8. Yokohama

Embora o vizinho ao sul de Tóquio não seja um completo desconhecido, um número surpreendente de visitantes do Japão nunca chega a Yokohama. Considerando a história e o encanto da região, isso é uma verdadeira vergonha, já que ela facilmente figura entre as principais cidades do Japão. Seja caminhando pelas ruas de uma das maiores Chinatowns do mundo ou explorando a orla Minato Mirai, a cidade vai deslumbrar qualquer um! Enquanto Tóquio pode parecer assustadoramente acelerada, a vibe de Yokohama é bem mais relaxada. Tirar um dia para passear pela cidade é, definitivamente, uma das melhores coisas para fazer no Japão, e vai te oferecer uma visão melhor da diversidade entre as cidades do país.

 

9. Mt. Fuji

Nos últimos anos, o maior vulcão ativo do Japão atraiu aventureiros de todo o mundo. Todo verão, a temporada de escalada do monte Fuji tem início oficial no mês de Julho e vai até meados de Setembro. Durante essa breve janela sazonal, a queda de neve é relativamente baixa na montanha e o tempo tende a permanecer ameno.

Dito isso, um aviso rápido: apesar de sua beleza, o Monte Fuji é uma besta desafiadora. Se você planeja tentar a escalada, pesquise bastante e faça uma avaliação honesta sobre o seu bem-estar físico, condições e capacidades. Nada pode estragar mais as férias do que precisar de um resgate aéreo nas montanhas… Ninguém quer ser esta pessoa!

10. Kamakura

A cidade costeira de Kamakura já foi a capital militar do país e uma das principais cidades do Japão. A região tem grande responsabilidade no aumento da cultura dos Samurais como conhecemos. Além disso, Kamakura também é um dos berços do Zen Budismo Japonês, e muitos dos templos que criaram seus princípios espirituais ainda estão praticando a essência dos ensinamentos de Buda até hoje.

Normalmente, Kamakura é visitada em passeios de um dia, mas a região tem atividades que podem te manter ocupado por mais tempo. Com bosques de bambu e templos antigos, Kamakura tem todos os atributos que os viajantes buscam em uma viagem para Kioto. Considerando suas praias animadas, as ruas cheias de lojinhas e excelente culinária local, é garantido que a cidade vai agradar vários públicos.

E não importa quais seus programas preferidos, tente não perder a Enoshima, uma experiência excepcional e deslumbrante!

11. Hakone

Hakone merece aparecer entre os lugares interessantes para conhecer no Japão, com ótimas vistas do Monte Fuji, se o clima estiver favorável! Pode servir como uma viagem de um dia ou um ótimo destino para passar a noite. Embora seja famosa por suas fontes de águas termais, Hakone tem muito mais para oferecer.

Considere fazer um passeio de teleférico para ver os poços de enxofre em ebulição, atravessar o Lago Ashi em um navio pirata ou ver a montanha a bordo de um bonde – a gente disse que Hakone tem muito o que oferecer! A atividade vulcânica da região ao redor do Parque Nacional Fuji-Hakone-Izu é bem conhecida pelas fontes termais e pela incrível vista do Monte Fuji.

12. Osaka

Dotonbori e as lojas próximas de Shinsaibashi são duas das principais áreas comerciais do sul de Osaka, outra grande cidade do Japão. Com muitas opções de ótima comida de rua e outras coisas divertidas para fazer, muitos consideram um passeio pela área obrigatório ao visitar Osaka. Fique de olho na placa Glico com vista para a ponte, um marco importante e símbolo da área de Dotonbori.

Tennoji é outra área importante de Osaka, que ganhou seu nome do Templo Shitenno-ji (que significa Templo dos Quatro Reis Celestiais). Além dessa atração popular, a área também abriga o arranha-céu Abeno Hakuras, de 300 metros de altura. Se você é fã de ver grandes cidades do alto, não tem melhor lugar no Japão!

13. Parque Nara

A pouco mais de uma hora ao sul de Osaka, o Parque Nara é famoso por seus adoráveis cervos. Além da vida selvagem, o lugar também tem dois importantes bens culturais, o Buda Gigante no Templo Todai-ji e o Grande Santuário de Kasuga.

Se você planeja visitar Nara, comece cedo, já que muitas atrações fecham às 17h. Tente chegar antes do almoço para ter tempo suficiente entre os simpáticos animais e para ficar impressionado pelo parque! Imperdível!

 

Fonte : HostelWorld

Anúncios

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support
%d blogueiros gostam disto: